CS2 - Domine o CS2: aprenda todos os termos do jogo com nosso dicionário completo!

 



Um dicionário completo do CS2, com os significados de cada termo! Confira!

A comunicação é um dos pontos chaves do Counter-Strike 2. Este fundamento, no entanto, pode ser complicado para os jogadores mais iniciantes, por conta dos termos técnicos. Nesta matéria 

A

ACE: quando um jogador mata todos os inimigos na mesma rodada.

AIM: normalmente o termo se refere a mira e pontaria. Um bom “aimer” por exemplo, é alguém que tem uma boa pontaria e atira bem.

ADR: “Average Damage per Round”, ou seja, dano médio por rodada.

Assault: quem utiliza fuzis de assalto para jogar. Exemplo: Ak-47, M4A4 e M4A1-S.

B

Backup ou “back”: o termo significa apoio, ou seja, quando um amigo pede para você dar um “back” ou “backup”, ele está pedindo sua ajuda naquele local.

Baiter: quando um jogador utiliza outro de isca para conseguir kills de forma mais fácil e segura

BAN: quando algo ou alguém é banido. Pode ser desde uma pessoa, que foi banida do jogo, até um mapa que foi retirado de um confronto.

Bangar: o termo é o mesmo de “flashar”, que é o ato de jogar uma flashbang – granada que cega no ato da explosão.

Bind: comandos usados no console para atribuir uma função a uma tecla específica do teclado.

Boludo: jogadores que tomam decisões estúpidas – o termo é em espanhol, mas, acreditem, vocês precisarão saber este.

Bombsite (B1 e B2): bombsite é o local onde os Terroristas devem cumprir o objetivo de armar a C4. Já os termos “B1” e “B2” são utilizados para nomear e diferenciar os bombsites de cada mapa, durante a comunicação.

BOT: pode ser os jogadores controlados pelo computador ou então uma espécie de xingamento, comparando a habilidade de um jogador à da máquina – que é bem ruim.

Boost: mecânica do Counter-Strike, que consiste em um jogador subir em cima do outro, correrem juntos e o de cima pular para pegar um impulso.

Buff ou buffado: algo que foi melhorado.

Bug, bugou ou bugar: algum tipo de erro no jogo.

Bunny jump ou bunnar: é o ato do jogador dar pulos seguidos, controlando juntamente com o mouse, conseguindo maior rapidez e uma movimentação diferenciada.

Burst fire: um modo de tiro pode ser ativado em armas específicas. Com apenas um clique no mouse, são disparas três balas. Exemplo: Glock (pistola dos terroristas) e Famas (rifle dos Contra-Terroristas).


C

C4: é a bomba que os terroristas carregam em uma mochila, a qual devem plantar nos bombsites para concluir o objetivo da rodada.

Call: “chamar”. O termo é utilizado para definir comunicações que chamam alguma coisa. Uma jogada, a atenção para um ponto do mapa e etc.

Camper: jogador que fica em um mesmo lugar por um longo período de tempo, esperando que inimigos desavisados passem para que ele possa conseguir um abate fácil.

Capacete: quando um jogador diz que deu um “capacete” no inimigo, quer dizer que ele acertou um tiro no capacete do inimigo. Isso significa que o adversário não morreu, mas está com a vida baixíssima.

Carregar/carregado: quando alguém diz que está “carregando”, quer dizer que está levando o time nas costas. Logo, carregado é quem está jogando mal e está vencendo às custas de outro jogador.

Cavalar: é o simples ato de fazer muito barulho, normalmente correndo ou pulando.

Cheater: jogadores que usam de programas ilegais para conseguir vantagens no jogo. Por exemplo, ver através da parede. Não faça isso!

Clan: é a mesma coisa que time.

Clutch: quando um jogador se encontra em uma situação crítica na rodada, normalmente em desvantagem numérica ou então em um 1 vs 1.

Clutch Master: jogadores que são especialistas em ganhar os clutches.

Coach: é a mesma coisa que treinador

Cone: jogador ruim, que é derrubado facilmente como um cone.

Comer: este termo é utilizado quando os adversários estão entrando muito rápido por algum lugar. Exemplo: “os terroristas estão todos comendo pelo tapete”.

Complete: jogador que não faz parte de um time, mas está ali para completar temporariamente, na ausência do jogador titular..

Console: lugar utilizado para escrever comandos no CS2. A tecla padrão é o (‘).

Costinha: jogador que tenta jogar nas costas do inimigo, tentando apanhá-los desprevenidos. Quando avisarem “tem costinha”, cuidado com a retaguarda!

Cover: é a mesma coisa que cobertura. Quando um amigo pede cover, é porque ele quer que você o proteja e ajude em uma jogada. Um exemplo de situação em que jogadores pedem cover é quando vão desarmar a bomba.

Cravar a mira: quando um jogador deixa a mira estática em um mesmo local, esperando que um player adversário passe por ali.

Cruzado ou cross fire: quando jogadores olham um mesmo local, um de cada lado e de frente para o outro, com o intuito de deixar as miras cruzadas.

CT: sigla de contra-terrorista

Eco: eco é quando um time ou jogador está com uma situação financeira ruim no jogo e, por isso, decide não fazer nenhuma compra naquela rodada.

Entry fragger: é uma das funções que jogadores assumem no Counter-Strike. O maior objetivo dela é ser a linha de frente quando sua equipe vai invadir algum bombsite ou dominar alguma região.

Exec: execução. Termo normalmente utilizado para uma tática com execução de granadas.

F

Fake: jogadas com o intuito de enganar o adversário – exemplo: chamam a atenção em um bombsite com granadas e tiros e depois vão para outro. O termo também é utilizado para times que são montados de última hora.

Flashar: ato de jogar uma flashbang – granada que cega inimigos no ato da explosão.

Flick: ato de arrastar a mira rapidamente com uma sniper e acertar um tiro no inimigo

Forçar: quando todos no time não tem dinheiro o suficiente para se equipar bem na rodada, mas mesmo assim decidem arriscar, gastando tudo e comprando o pouco que podem.

FPS: “Frames Per Second”, ou seja, a quantidade de quadros por segundo que o jogo consegue rodar em uma máquina. Quanto mais alto este número for, melhor o jogo irá rodar.

Full control: quando alguém tem total controle da situação. Um exemplo é quando um jogador está escondido em algum lugar e, quando passa um inimigo por ele, ao invés de matá-lo, ele tem o sangue frio de esperar todos os outros também passarem para que ele possa matar todos de costas.

G

GG: Good Game, ou seja, bom jogo.

GH: Good Half, ou seja, boa metade. Os jogadores normalmente falam isso quando acaba o primeiro tempo da partida.

GL: Good Luck, ou seja, boa sorte.

Glockado: quando alguém morre para a pistola Glock. Normalmente é usado quando alguém de eco, usando a Glock, mata um inimigo armado.

GOAT: “Greatest Of All Time”, ou seja, melhor de todos os tempos.

Grafite: quando um jogador faz uma grande jogada no mundial da Valve, o Major, recebe um grafite.

H

Halfado: quando o jogador tomou dano e está com a vida pela metade.

HE: granadas explosivas que causam dano.

Headshot ou HS: o famoso tiro na cabeça.

HF: Have Fun, ou seja, divirta-se!

Highlight: “destaque”. Termo utilizado para indicar um momento de destaque/jogada de algum jogador.

Hold ou holdar: ir até uma posição do mapa e não sair de lá até segunda ordem

HP: Health point, ou seja, pontos de vida. É o número que indica a porcentagem de vida do personagem.

I

In-game leader ou IGL: é o capitão do time. Aquele que comanda e dita as estratégias do seu time, durante uma partida.

J

Jump throw: mecânica, normalmente feita por bind, para executar uma ação simultânea de pulo e arremesso de granada.

K

Kikar ou kick: quando um jogador é retirado de alguma coisa. Seja do servidor, do time e etc.

L

LAN: partida presencial

Lurker: função atribuída a um jogador. Normalmente ele joga um pouco mais separado do time para buscar inimigos desprevenidos ou para fazer barulho e distrair seus adversários e desviar sua atenção.

M

Major: mundial do Counter-Strike, patrocinado pela Valve.

Marcar: olhar um local específico

Matchmaking: partida competitiva criada pela própria Valve, valendo patente dentro do jogo.

Mel: quando o jogador dá um tiro na cabeça do inimigo e ele não morre, porém, fica com pouca vida.

Miado: quando um jogador tomou dano e está com a vida baixa.

Mirado: Quando alguém entra sempre mirando no exato local onde está o inimigo.

Mix: partida 5 vs 5, para diversão, mas nos moldes de um jogo competitivo. É semelhante ao matchmaking, mas o mix é organizado pelos próprios players que se juntam e não pela plataforma da Valve.

Mocado/Marotado: escondido e pronto para pegar um inimigo de surpresa.

Mochila: termo utilizado para dizer que um jogador foi carregado.

Molotovar: ato de jogar uma molotov em alguma região do mapa.

Mutar: ato de colocar alguém no mudo, para parar de receber mensagens de texto e voz de uma determinada pessoa.

MVP: “Most Valuable Player”, sigla utilizada para dizer quem foi o melhor jogador de uma partida ou torneio.

N

Nade: abreviação de “granade”, ou seja, granada.

Neide ou Neid: quando um jogador mata todo o time adversário na mesma rodada. A mesma coisa do “ACE”.

Nerf ou nerfado: algo que foi piorado.

Nice try ou NT: boa tentativa.

Ninja Defuse: quando desarmam a C4 inimiga de forma furtiva, sem nenhum inimigo notar nada durante o ato.

Noob: jogador novato ou ruim.

No scope: quando um jogador atira com uma sniper sem usar a luneta como auxílio.

O

One tap: na tradução livre seria “um toque”. No CS, é a mesma coisa que clicar uma vez no mouse e já dar um headshot no adversário.

Operação: eventos dentro do Counter-Strike, que trazem missões, novas skins e mais.

Operar: matar de faca.

Overtime: quando duas equipes empatam (15 a 15) e jogam uma prorrogação para definir o vencedor da partida.

P

Pace: ritmo.

Patente: nível que se adquire ao jogar partidas no modo “competitivo” da Valve.

Pé/pezinho: ajudar um amigo a subir em algum lugar do mapa

Peeker’s advantage: vantagem para o jogador que abre a mira, ao invés do que está parado esperando.

Play: jogada.

Pino/pinar: jogador que não sabe atirar bem. Consequentemente, pinar é quando você age como um pino, errando diversos tiros.

Pistolete: quando o jogador compra apenas colete e pistola na rodada.

Pixel: pequeno local específico de um mapa.

Pop flash/perfeitinha: são flashbangs que, quando jogadas de forma correta, fica quase impossível do jogador adversário ter a reação de vê-la e virar o rosto para não ficar cego.

Pro: profissional

Pronet: quando o usuário joga como um profissional, mas só na internet.

Pré-fire: quando um jogador entra atirando, antes mesmo de avistar seu inimigo. Isso pode acontecer por ele já ter uma informação de onde o inimigo está, por exemplo.

Q

Qué ota: termo criado pelo pro player Lucas1 e se popularizou na cena nacional e internacional. É utilizado quando alguém acerta uma bala bonita na cabeça do adversário – principalmente de Desert Eagle.

Quickshot ou quick: quando se atira no inimigo com uma sniper, usando a mira da luneta de forma extremamente rápida.

R

Recoil: é a mesma coisa que recuo, ou seja, o coice que a arma dá quando se atira com ela.

Repick: quando um jogador aparece em um pixel para trocar tiro, consegue sair, mas volta logo em seguida.

Respawn: local onde o personagem do jogo renasce.

Rushar: invadir.

S

Skin: variação visual de armas (pintura) ou personagens.

Single: tiro único que acerta fatalmente a cabeça do adversário.

Smokar: ato de utilizar a granada de fumaça.

Smurf: conta secundária de um jogador que normalmente tem uma patente mais baixa.

Sniper: jogadores que jogam com armas com scope de longa distância. Um exemplo de sniper no Counter-Strike é a famosa AWP.

Spawn: lugar onde o personagem nasce no jogo.

Split: “dividir”. O termo é bastante utilizado para táticas em que o time se divide em dois pontos do mapa para se encontrar em um terceiro em comum.

Spray: ato de atirar sem parar com uma arma automática. Jogadores que tem um “spray bom” realizam esta ação controlando o mouse e acertando os tiros.

Stack: quando todos os jogadores ficam no mesmo lugar – normalmente bombsite.

Stattrak: são as armas e facas que tem possuem um contador de abates embutido. Este contador só funciona com o dono da arma.

Sticker: adesivo para colocar em armas.

Strafe: mecânica de chegar na ponta de uma parede e, rapidamente, ir e voltar com a intenção de apenas pegar informação ou fazer o inimigo errar um tiro.

Source: motor gráfico oficial da Valve, utilizado na série Counter-Strike.

Support: função atribuída a um jogador. Este player ajuda seu time principalmente com granadas, para a execução de uma tática ou domínio de região do mapa.

T

Taxado: alguém que foi cobrado por alguma atitude.

Teamkill ou TK: quando um amigo causa dano a outro, podendo matar ou não.

Teamplay: trabalho em equipe.

Tekado: quando um jogador já sofreu dano.

Telar: pessoa que olha para a tela do adversário (ou stream) para conseguir informações privilegiadas. Não seja essa pessoa!

Tóxico: jogador que contamina o ambiente de jogo com atitudes que não são legais e bem aceitas, como xingar, reclamar, gritar… Não seja essa pessoa!

Tiltado: jogador afetado por algum tipo de estresse, fazendo com que seu desempenho caia drasticamente.

TR: sigla de terrorista

Trade: “troca”. O termo é utilizado no Counter-Strike quando se fala de trocar a kill, ou seja, quando um amigo morre, o trade é a vingança imediata desta morte.

Troll: pessoas sem o que fazer que erram e atrapalham de propósito. Não seja esta pessoa!

U

Utilitárias: são as granadas.

V

VAC: “Valve Anti-Cheat”, sistema oficial do Counter-Strike contra os trapaceiros.

VACATION: é a palavra “férias” em Inglês. Como começa com “VAC”, usa-se o termo para zoar os banidos pelo sistema anti-trapaças, dizendo que eles foram tirar férias.

Varado: ato de atirar através de obstáculos (parede, caixa e etc).

W

Walk: andar pressionando shift (tecla padrão) para não fazer barulho.

X

Xiu: quando alguém pede para não fazer barulho.

Xitado: jogador que está utilizando programas ilegais para benefício ilícito próprio.

Z

Zagueiro: jogador que joga defensivamente demais, enquanto seu time está a frente tentando fazer todo o trabalho.

Deu para aprender bastante com todos estes termos, não é mesmo? Mas se ficou faltando algum, pode deixar nos comentários que vamos adicionar!

Se você gostou deste conteúdo em texto, pode gostar também dos nossos vídeos. Neste aqui, perguntamos aos jogadores profissionais quais mudanças eles fariam no Counter-Strike 2:

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem